Loading...

janeiro 30, 2012

CALDEIRAS – DESCARGAS

lama na caldeira 2  Mesmo que  o tratamento químico seja rigoroso para o tratamento de água de caldeira, é impossível eliminar da mesma todos os sais em solução. Exceto quando se aplica o método da distilação (muito caro).

Sabemos que à medida em que a caldeira produz vapor, vai consequentemente, acumulando e concentrando os sais compõem o perfil da água de alimentação. A concentração deve ser mantida até o seu limite de solubilidade,  a partir do qual há precipitações que fatalmente irão gerar incrustações, arrastes de partículas sólidas pelo vapor e geração de espuma.

Assim sendo recorremos à descarga da caldeira para manter a concentração destes sais dentro dos limites seguros e também, é claro, arrastar o lodo que se acumula nas partes inferiores da caldeira. A descarga de fundo numa caldeira pode ser:

  1. descontínua
  2. contínua.

A descarga descontínua ou intermitente se aplica em conformidade com os parâmetros técnicos e operacionais da caldeira,  com o propósito de eliminar os depósitos  em  suspensão e consequentemente reduzir a  concentração de sólidos totais, solúveis na água interna, seu tempo de aplicação vai de 5  a 15 segundos  a cada 2 horas ( o intervalo de tempo é variável)  podendo ser matematicamente calculada. Este tipo de desgarga, é lançada no esgoto.

A descarga contínua se mantém durante todo o tempo de funcionamento da caldeira, contudo ,  não  dispensa a descarga descontínua, apenas a reduz.  Este tipo de descarga permanece no ciclo, onde primeiramente passa por um trocador de calor, recuperador da entalpia da água de desgarga, e segue então para o tratamento de água externo.

A quantidade de desgarga pode ser calculada pela expressão:

D =  ST  x  100
       C  -  ST

Onde:

ST=  Sólidos totais da água de alimentação da caldeira em  ppm;

C=  Concentração de  sólidos totais permitida no interior da caldeira em ppm.

A American Boiler and Affiliated Industries Manufaetures Associations estabelece os seguintes parâmetros para águas de alimentação de  caldeiras:

Pressão da caldeira

Sólidos totais

Alcalinidade total

Sólidos suspenssos

Sílica

psig

ppm

ppm

ppm

ppm

0  -  300

3500

700

300

125

301  -  450

3000

600

250

90

451  -  600

2500

500

150

50

601  -  750

2000

400

100

35

751  -  900

1500

300

60

20

901  - 1000

1250

250

40

8

1001 -  1500

1000

200

20

2,5

1501 -  2000

750

150

10

1,0

2001

500

100

5

0,5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anexo X - Registros de Alimentos - Anvisa

CONHECENDO A ECOMAX 400

LAVANDO LOUÇAS - ECOMAX 500

Peças de Reposição ECOMAX 500

Ecomax 500
 powered by GoBookee.net

Videos

Loading...

Postagens populares